Santo do Dia - 03 de Fevereiro

São Brás



 Nasceu na cidade de Sebaste, Armênia, no final do século III. São Brás foi médico. Não se sabe se já era batizado ou pediu a graça Batismo, mas a sua vida sofreu uma guinada. Esta mudança não foi somente no âmbito da religião, e muitas pessoas começaram a ser evangelizadas através daquele médico.
Numa outra etapa de sua vida, ele discerniu que precisava retirar-se. Permaneceu  no Monte Argeu, na penitência, na oração, na intercessão para que muitos encontrassem a Luz. Ao falecer o bispo de Sebaste, o povo foi buscá-lo para ser pastor. Ele, que vivia naquela constante renúncia, aceitou ser ordenado padre e depois bispo mais por obediência do que por sua própria vontade.

São Brás viveu num tempo em que a Igreja foi duramente perseguida pelo imperador  Licínio. Ele começou a perseguir os cristãos, porque sabia que Constantino era a favor do Cristianismo. O prefeito de Sebaste, querendo agradar o imperador, sabia da fama de santidade do bispo São Brás, enviou os soldados para o Monte Argeu, lugar que São Brás fez de sua casa episcopal.
São Brás foi preso e sofreu muitas chantagens para que renunciasse à fé. Não cedeu e acabou degolado no ano de 316.
Conta a história que, ao se dirigir para o martírio, uma mãe apresentou-lhe uma criança de colo que estava morrendo engasgada por causa de uma espinha de peixe na garganta. Ele parou, olhou para o céu, orou e Nosso Senhor curou aquela criança.
É considerado como o protetor da Garganta.


Fonte: Camção Nova

Inscreva-se em nosso canal e veja nossos vídeos